Home About Ask Tumblr link Theme






1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 »

Eu me rendo, eu gosto de você, gosto mesmo. Saco! Por que a gente diz que gosta e não consegue dizer a verdade? Eu te amo, é isso, falei.

Gabito Nunes (via velejo)

(Source: ga-bi-to, via velejo)


Quote postado em 23/08/2014 às 4:06pm | 2,919 notes | (reblogue this!)

Tem dia que põe virgula, tem dia que põe reticências, tem dia que põe ponto final e tem dia que tem a necessidade de virar a página.

Padre Fábio de Melo. (via se-eu-pudesse)

(Source: brisa-passag3ira, via uma-formiguinha)


Quote postado em 23/08/2014 às 12:04am | 39,049 notes | (reblogue this!)

Aí você começa a pensar na pessoa e dá aquele sorriso bobo do nada.

Tati Bernardi  (via gramatiquice)

(Source: parasitado, via yagopeixoto)


Quote postado em 22/08/2014 às 11:58pm | 11,248 notes | (reblogue this!)

Naquela noite, quando retornei pra casa e agarrei meu travesseiro, senti saudades. Foi estranho.

Gabito Nunes. (via enamorava)

(Source: effingos, via enamorava)


Quote postado em 22/08/2014 às 11:56pm | 7,234 notes | (reblogue this!)

Eu te entreguei de bandeja e sem pensar duas vezes todo o amor que um dia eu cheguei a ter no meu meu coração. Eu pensei mais em você do que em mim mesma. Eu voltei atrás depois das nossas brigas, te liguei só pra ouvir o som da sua voz, deixei o meu orgulho de lado enquanto você convivia com o seu, me humilhei, aguentei coisas que só Deus sabe como me destruíram por dentro, mas mesmo assim, eu aguentei tudo firme e forte. Eu te amei tanto, que cheguei a me esvaziar por dentro. Eu te amei tanto, até esse amor ir me matando de pouco em pouco por dentro.

 Perfeita do perfeito.  (via d-engoso)

(Source: perfeita-do-perfeito, via d-engoso)


Quote postado em 22/08/2014 às 9:43pm | 2,609 notes | (reblogue this!)

Sou um escritor feito de amor, saudades e ciúmes.

Pablo Henrique Dantas. (via velejo)

(Source: d-engoso, via velejo)


Quote postado em 22/08/2014 às 9:42pm | 189 notes | (reblogue this!)

Um vento frio cola no meu corpo e as lembranças vêm surgindo como um flash back da vida. Vejo você e seu cabelo à luz do sol, com um brilho tão intenso e uma serenidade absurda, e os olhos inundam e eu sofro por não ser sua. Agora, com apenas algumas palavras bonitas e um coração todo ferido, eu entristeço, observando o grande vazio que você se encaixaria perfeitamente bem. Talvez se eu fosse melhor, quem sabe você gostaria de mim, se eu fosse boa o bastante para te fazer feliz… Mas acho que não nasci para você. Você é um rapaz tão bom e alegra a todos e eu sou apenas um pedacinho de decepção flutuando pelo mundo. Quem me dera um dia, poder encontrar-te com um brilho nos olhos, olhando para mim e dizendo que me esperava quem me dera…

Sarah Eduarda. (via oxigenio-dapalavra)

(Source: versejais, via oxigenio-dapalavra)


Quote postado em 22/08/2014 às 9:37pm | 98 notes | (reblogue this!)

O relógio estava diminuindo sua velocidade, um minuto pareciam cinco, mas desde que cheguei ali não conseguia pensar em outro coisa a não ser nessa noite, não queria planejar nada, só queria tirar o maior proveito da noite. Minha ansiedade agitava meu corpo, me deixava inquieto. Entrei no local marcado, ele já estava esperando na mesa. Olhou pra mim e sorrio, aquilo me atingiu de uma forma imensa, sua imagem na minha frente, sem ser algum retrato jogado por redes sociais, era amedrontador e reconfortante ao mesmo tempo. Alguma coisa em mim estava me deixando estranho, nunca tinha passado por tal experiência, tão novo e tão bom, realmente algo tinha mudado em mim desde o momento que pisei naquele local e, só faziam - se quinze minutos. O máximo que consegui fazer foi cumprimenta - lo com um aperto de mão e um quase não dito - Tudo bem ?- que saio pior que eu imaginei. Ao contrário de quando cheguei agora o relógio aumentava sua velocidade, quando vi já tinham se passado uma hora, duas, com tanta coisa ainda pra conversarmos, falávamos sobre tanta coisa, novos assuntos emergiam. Seu charme só crescia, suas risadas sem motivos, encantador. Adorava reparar os detalhes de suas feições, meus holofotes não tinham outro foco, mil coisas passavam por minha cabeça, mas mesmo assim não me distanciava da nossa conversa. Reparei todos seus detalhes, o que conseguia notar, toda sua forma de expressão. A noite foi chegando ao fim, nossa despedida foi diferente, nada de aperto de mão, foi um aperto de corpos, um abraço acolhedor, me senti uma criança, de uma carência incabível, mais uma vez me senti estranho, perdido, mas acolhido. Chegou a hora de ir embora, ele nem imaginava como gostaria de continuar ali, no caminho de volta não parei um segundo de pensar em toda essa noite, estava me sentindo bem, porém não sabia o que esperar disso tudo, não consegui compreender tal sentimento. Quando cheguei em casa fui tomar um banho, pensar um pouco, deitei na cama querendo saber o que ele achou disso tudo, adormeci pensando nele, sonhei com seu abraço.

Quando escutar Breath of life lembrarei de ti.  (via oxigenio-dapalavra)

(Source: conjulguei, via oxigenio-dapalavra)


Quote postado em 21/08/2014 às 11:51pm | 263 notes | (reblogue this!)

Como é engraçado… Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço. Uma fita dando voltas? Se enrosca, mas não se embola. Vira, revira, circula e pronto: está dado o laço. É assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço. É assim que é o laço: um abraço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer lugar onde o faço. E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando devagarzinho, desmancha, desfaz o abraço. Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido. E, na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço. Ah! Então, é assim o amor, a amizade. Tudo que é sentimento? Como um pedaço de fita? Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço. Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade. E quando alguém briga, então se diz - romperam-se os laços. E saem as duas partes, igual aos pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço. Então o amor é isso… Não prende, não escraviza, não aperta, não sufoca. Porque, quando vira nó, já deixou de ser um laço.

Mário Quintana.  (via singelas)

(Source: supostos, via vestigar)


Quote postado em 21/08/2014 às 2:02pm | 2,321 notes | (reblogue this!)

Eu me mantenho no jogo na beirada do abismo. A chuva ácida corrói minha pele mas não dilui meus pensamentos. Eu me mantenho no jogo de olhos abertos, desintegro a palavra na interseção das órbitas dos cometas azuis. Faço poesia como faço sexo, desencadeio o seu prazer na ponta da caneta, engulo uma a uma as lâmpadas dos letreiros da avenida que cospem as possibilidades noturnas. Vem deitar sobre as entrelinhas da gramatura fresca, sinta a tinta circulando nas suas veias.

Elisa Bartlett   (via oxigenio-dapalavra)

(via oxigenio-dapalavra)


Quote postado em 21/08/2014 às 1:56pm | 2,143 notes | (reblogue this!)

Eu absolutamente não tenho prazer em estimular algo que eu, por vezes, caí com tanta indulgência. Não foi pela busca do prazer que eu tenho arriscado a vida, a reputação e a razão. Foi apenas uma desesperada tentativa de escapar de memórias torturantes, de um senso de insuportável solidão e o horror de alguma estranha maldição repentina.

Edgar Allan Poe.  (via subalternos)

(Source: recomendar, via subalternos)


Quote postado em 20/08/2014 às 11:04pm | 493 notes | (reblogue this!)

Eu
Quero
Sentir estrelas
No céu de tua boca
E desenhar constelações
Com arranhões nas tuas costas
Aposta? Mesmo depois que a lua
Resolver dar lugar ao sol, amor
Serei ainda tua, nua no lençol
E não caberá em uma só lua
Será tão doce como mel
Só diz que me espera
Até a lua de mel.
Me espera
Até a
lua?

— Me espera até a lua? Textificar.   (via subalternos)

(via subalternos)


Quote postado em 20/08/2014 às 11:02pm | 6,453 notes | (reblogue this!)

Quando nos vênus,
juro a marte.

Leminski (via sintonizo)

(Source: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via sintonizo)


Quote postado em 20/08/2014 às 10:40pm | 11,028 notes | (reblogue this!)

E nada aconteceu. Eu meio que sabia onde as coisas iam dar – foi quase, mas não deram. Não deu. Não dei. Valeu a tentativa, o empenho, o interesse. Eu não estava prestando muita atenção, mas posso sentir em algum lugar aqui dentro de mim que foi bonito. A gente ainda vai se falar por aí, essa não é a conversa final, eu sei como você é.

Gabito Nunes. (via sintonizo)

(Source: ad-astra-perespera, via sintonizo)


Quote postado em 20/08/2014 às 9:28pm | 22,830 notes | (reblogue this!)

Te escondi dentro de uma caixinha. Nunca fui de dividir minhas coisas, quem dirá você. Eu não acho uma definição pra você, nem no maior dicionário do mundo. Você é sem palavras e é completamente sem sentindo. Eu podia ser clichê e dizer que tu é minha vida. Mas, por ser eu, não vou dizer isso. Mas posso dizer que você é uma grande parte dela, sabe? Você não faz uma grande parte da minha vida, você é. Que tipo de pessoa se define em “vida”? Blé. Nunca fui de ser romântico, mas você descobre lados meus que eu nem sabia que existiam.

Robin and Stubb (via segredou)

(via segredou)


Quote postado em 20/08/2014 às 9:28pm | 12,234 notes | (reblogue this!)